Where your education choices meet experts

4 Formas de Escolher o Melhor País para Estudar

el mejor pais para estudiar

Decidir onde, no mundo, você vai estudar é uma tarefa desafiadora. Há muitas coisas que devem ser levadas em consideração, desde considerar os países onde você já tem família ou amigos, até os lugares para onde você sempre sonhou viajar. Com tantas universidades e instituições de renome mundial espalhados pelo globo, pensar em todas as suas opções pode ser um processo esmagador.

Como, então, conter o medo de tomar a decisão errada?

Há muita informação na internet para auxiliar na tomada de decisão. Entretanto, a melhor abordagem sempre é pensar sobre os fatores mais importantes.

Para que você comece, nós separamos os quatro fatores que nós achamos que é mais importante quando você está escolhendo onde vai estudar. Nós vamos falar sobre a qualidade de vida enquanto você estuda, a qualidade da sua educação, a segurança e as oportunidades de trabalho (enquanto você estuda e quando você se forma).

De qualquer modo, aqui está um spoiler para você: Apesar de sermos tendenciosos, nossa análise mostra que Austrália está no top da lista.

1. Sua Qualidade de Vida

Classificações Gerais Sobre Qualidade de Vida

O estilo de vida e cultura da cidade que você escolher vai, definitivamente, fazer a diferença do quão feliz você vai estar enquanto estuda.

Basta olhar os Rankings mundiais sobre a qualidade de vida: você vai encontrar Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Estados Unidos e Reino Unidos.

De acordo com o Índice OECD’s Better Life Index, a Austrália está colocada como o terceiro melhor país quanto a qualidade de vida; Canadá ocupa o quinto lugar, os Estados Unidos é o oitavo, Nova Zelândia é o décimo primeiro e o Reino Unido é o sexto colocado quanto a qualidade de vida.

Aqui está outra boa informação sobre a Austrália: sete vezes seguidas, The Economist classificou Melbourne como a cidade mais habitável do mundo! Mais duas cidades australianas – Sydney e Adelaide – também foram citadas entre as dez cidades mais habitáveis do mundo. Se você já experimentou a diversidade cultural, as praias e as trilhas renomados na Austrália, você entenderá o motivo pelo qual estas cidades são tão interessantes.

O Clima

Quem não gostaria de acordar em uma manhã clara e ensolarada todos os dias? Nesta situação, fazer seu percurso diário para sua universidade ou campus certamente se tornaria uma experiencia melhor! De fato, climas mais quentes são frequentemente relacionados melhores pontos de vista.

As temperaturas medias mais altas, na maioria das cidades que falam Inglês, são Sydney com 18ºC, Nova Iorque com 13ºC, Londres com 10,3ºC e Vancouver com 10,4ºC.

Com quatro estações, a Austrália é abençoada com o clima mais ameno, perfeito para explorar suas renomadas praias ensolaradas. Você vai também encontrar duas grandes cidades australianas, Melbourne e Sydney que não enfrentam invernos rigorosos como os da Europa e da América do Norte.

O Que Outros Estudantes Falam

De acordo com mais de 50.000 estudantes que compartilharam suas experiencias com a pesquisa do QS Best Student Cities Index, Melbourne é colocada como a terceira melhor cidade para estudante no mundo inteiro, atrás apenas de Munique e Montreal.

New York recebeu uma “menção honrosa”, como uma das melhores cidades para se estabelecer depois da graduação. De forma geral, Londres está em primeiro lugar, Tóquio em segundo, Melbourne em terceiro, Vancouver em décimo sétimo e Nova Iorque em décimo oitavo.

2. A Qualidade da Educação

the best country to study in

A maioria dos cursos leva de três a quatro anos. Sem dúvida, você irá gastar muito tempo com os professores, na biblioteca e em palestras. Você quer escolher uma Universidade ou Instituto com a qualidade educacional que o diferencie dos seus colegas e, também, faça que você gaste seu tempo e dinheiro de forma sábia, tal como o prepara para o futuro depois da formatura.

Classificação da Qualidade da Educação

Rankings como os Shanghai Jia Tong (ARWU)Times Higher Education e QS são muito bem respeitados e reconhecidos. Estes rankings apresentam historicamente universidades britânicas e americanas no topo da lista. Mesmo que estes dados sejam interessantes, eles não refletem onde a maioria dos estudantes internacionais são mais propensos a serem admitidos.

Então, vamos retroceder um pouco.

Vamos pensar em todas as universidades e instituições dos países de língua inglesa, e então vamos observar qual porcentagem delas está entre as 200 melhores nesses estudos (em relação ao número total de instituições). A adoção dessa abordagem proporcionará uma ideia melhor e mais realista da qualidade escolar de um determinado país.

O ARWU’s top 200 ranking  lista quase um quarto de universidades australianas, um total de 40 instituições! Entre as 200 universidades, apenas 15% são instituições britânicas e 8,50% são canadenses. Menos de 1% das universidades dessa lista são americanas. Desta forma, suas chances de ser selecionada em uma boa universidade é mais provável quando você estuda na Austrália.

3. Segurança

Estudar no exterior é uma saída – não há dúvidas sobre isso! Mas você também quer ter certeza de que o país escolhido seja seguro.

Pesquisas mostram que há uma relação clara entre valor populacional e taxa de crimes. Então vamos falar sobre tamanho populacional por um momento.

A população da Austrália é de pouco mais de 24 milhões. A população do Canadá é de 36 milhões, a do Reino Unido, de 65 milhões, e os Estados Unidos, de 325 milhões.

Em termos de segurança, na Austrália especificamente, nós acrescentamos que ele oferece acesso a seguros de saúde com preços acessíveis, leis rigorosas sobre armas e hospitais renomados mundialmente.

4. Oportunidades de Emprego

Quando você se forma, você quer um trabalho – certo? Isso é óbvio!

Você também quer saber se você poderá ter um trabalho de meio período enquanto estuda. Depender apenas no dinheiro da família enquanto você estuda é muita pressão para eles. Pior ainda é ter que depender apenas da sua poupança por três ou quatro anos.

Então, a melhor forma de se preparar para melhores perspectivas de emprego é estudar um país que lhe dará a oportunidade de se sustentar enquanto você estuda e, também, quando você se formar.

Trabalho de Meio Período Enquanto Você Estuda

Muitos países têm muitas restrições sobre que tipos de trabalhos de meio período você pode e não poder ter enquanto você estuda. Nos Estados Unidos, por exemplo, os estudantes não podem trabalhar fora do campus no seu primeiro ano. Depois disso, eles são limitados a trabalhar um máximo de 20 horas por semana. O salário mínimo nos Estados Unidos é equivalente a aproximadamente $AU9,80 (dólares australianos) por hora.

O Canadá também é bem restrito em quanto estudantes internacionais podem trabalhar enquanto eles estudam.

Entretanto, na Austrália, estudantes internacionais podem trabalhar até 40 horas a cada duas semanas. É uma ajuda de custo generosa que muitos estudantes internacionais escolhem ter – seja na área de hotéis, em cargos de administração ou no seu campo de estudo escolhido, preparando um bom currículo para quando se formar. É importante notar também que a Austrália tem um generoso salário mínimo de $AU 18,93 (dólares australianos) por hora.

Conseguindo um Trabalho Depois da Graduação

Canadá, Reino Unido e Estados Unidos tendem a não ter programas governamentais ou assistência para ajudar estudantes internacionais a encontrar trabalho quando eles se formam. Nos Estados Unidos, você pode receber um ano de visto se você for formando nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia ou matemática.

Estudantes internacionais na Austrália, que completam no mínimo dois anos de estudo, podem ser elegíveis para receber dois anos de visto de trabalho depois da graduação. Em alguns casos, um visto de três ou quatro anos depois de se formar pode ser uma opção.

Então, Qual Sua Opinião?

O país que você escolhe para estudar é uma grande decisão – e é importante também! Você decide qual é “o melhor” país para você dependendo apenas no que você valoriza mais.

Para nós, a qualidade de sua vida, a qualidade de sua educação, a sua segurança e a suas oportunidades de emprego (enquanto você estuda e depois da graduação) são os fatores mais importantes para se levar em consideração.

Baseado em nossa análise, de todas os países que falam inglês, a maioria dos estudantes internacionais escolhem Austrália.

Qual sua opinião? Você acha a ideia de estudar na Austrália atraente?

Conheça mais sobre as opções de estudo na Austrália em um processo de duas etapas. O primeiro passo é se cadastrar no site sofiri.com. O passo 2 é conversar online com um especialista em educação.

Você pode começar agora mesmo, aqui.

Leave A Comment

© Copyright 2018 All rights reserved | Sofiri Pty Ltd | Australia | ABN 76 613 605 066